| | |
OABMS

Notícias

Com dança e poesia cantada, Noite Cultural abrilhanta Dia da Mulher na OAB/MS
Data: 09/03/2017

A Noite Cultural da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), realizada na noite do Dia Internacional da Mulher, 8 de março, foi recheada de atrações culturais promovida pela Comissão de Cultura (CCULT) da entidade.

Segundo a presidente da CCULT, Delasnieve Daspet, o evento tem como objetivo, entreter as mulheres advogadas em um momento de descontração. “Fizemos uma programação com parceiros da arte e cultura para prestar uma homenagem a todas as mulheres advogadas que trabalham em Mato Grosso do Sul e que representam a OAB”, pontuou.

Apresentaram-se no palco do auditório Ysa Yasmin Dança Árabe, o poeta Ismael Machado, a cantora coreana Ming Jung Park com seu tambor Jangu, a Federação Sul-mato-grossense de Cultura e Etnia Cigana e Grupo de Escoteiro Mário Dilson.

O presidente das OAB/MS, Mansour Karmouche participou do evento e enalteceu a importância do papel que a mulher advogada tem efetuado junto à Seccional. “É um orgulho muito grande tê-las trabalhando com a gente; elas merecem todo o destaque pelo protagonismo não só neste dia simbólico, mas todos os outros dias do ano” disse o presidente que concluiu que as mulheres são essenciais na vida dos homens “primeiro pela nossa existência e segundo pela nossa sobrevivência”.

Mansour lembrou ainda das conquistas que as mulheres obtiveram ao longo do tempo. Desde o voto até a inserção no mercado de trabalho. Ele ressaltou ainda que OAB é uma das únicas entidades que tem equiparação de gêneros, com 50 % ou mais mulheres vinculadas.

Por fim, destacou a luta de todas as mulheres, enquanto militantes da causa contra violência doméstica e outras ações afirmativas. “Não vamos fechar os olhos, quando nos depararmos com situações degradantes não só contra mulher, como negros, pessoas desassistidas, desamparadas e etc”.

A presidente da Comissão de Combate à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher (COMCEVID), Carine Giaretta informou que ao todo, mais de 22 mil mulheres foram atendidas em 2015/2016 sofreram violência doméstica. “Lutamos pela igualdade de oportunidades e mais sororidade entre nós mulheres”.

Além de mulheres advogadas, estiveram no encontro as Conselheiras Estaduais, Shênia Vidal, Marcela Araújo, Eliane Potrich e Eclair Nantes, que atua também na Comissão Nacional da Mulher Advogada, a secretária-adjunta da Caixa de Assistência ao Advogado de Mato Grosso do Sul (CAAMS), Dora Waldow e a presidente do Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da OAB/MS, Marta do Carmo Taques. Ouve sorteio de brindes às mulheres advogadas.

 

 

 

 

 

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS
MÍDIAS SOCIAIS